mudar de vida: ser saudável e feliz

Seis meses de Bem me Quero

No passado dia 22 de Novembro o blog completou seis meses de existência!

Quando no início de Maio comecei a pensar na ideia de criar um espaço de partilha onde pudesse falar de toda a minha história, dos meus medos, angústias e tudo aquilo que, de alguma forma, contribui para que me sinta melhor, não esperava que tivesse todo este impacto. Pensava, mesmo de verdade, que apenas os meus pais, o meu namorado e duas ou três pessoas mais próximas iam ter algum interesse em ler aquilo que escreveria. Ou talvez não tivessem tanto assim, porque me conhecem de trás para a frente.

Ao início tive muito medo. Vivo num meio pequeno onde toda a gente se conhece e, ao estar a escrever a minha história, estava a expor-me (e eu gosto muito de passar despercebida). Estava a expor não só o sucesso – o facto de ter pedido alguns quilos – mas muito mais importante: as minhas fragilidades e todos os fantasmas que assombram a cabeça de alguém que já foi obeso. Depressa percebi que não havia razões para me sentir de tal forma. Muita gente se identificou com a minha história e foram todas essas pessoas que me incutiram alguma dose de coragem para levar em frente o Bem me Quero. Fui inundada de mensagens nas primeiras horas e isso mostrou-me que estava (e estou) no caminho certo.

 

 

O factor que esteve sempre na base deste projecto foi o querer impulsionar a mudança. O querer inspirar pessoas e, acima de tudo, mostrar-lhes que é possível mudar de vida. É possível ganhar saúde, ganhar energia e ganhar amor próprio, mesmo que para isso não seja necessária a perda de peso. No meu caso foi. E a minha vida mudou no momento em que fiz o compromisso comigo própria.

 

Durante estes seis meses tentei escrever de uma forma regular mas nem sempre é possível, dada a azafama dos dias. O facto de ser super perfeccionista e gostar de fazer tudo direitinho também nem sempre foi positivo. No entanto, tudo aquilo que aqui coloco são coisas que realmente me fazem sentido, seja um desabafo ou seja uma receita. São coisas que sinto a necessidade de partilhar com que me lê e é óptimo saber que tal tem impacto em quem está desse lado.

Fui tentando ao longo destes meses ir também de encontro aquilo que quem está desse lado vai manifestando que gostava de ver por aqui – e isso é uma ajuda incrível, acreditem!

Durante estes seis meses tive contacto com pessoas maravilhosas, conheci histórias de vida e mudanças extraordinárias! Acho que essa é a melhor parte de tudo isto. É saber que até dia 22 de Maio este foi um projecto muito e só meu mas que depois disso passou a ser vosso e construído por vós também.

 

 

Obrigada!

Obrigada a quem está desse lado. A quem me manda mensagens, a quem comenta ou a quem vem espreitar mesmo sem se manifestar. A quem vai deixando um bom dia no instagram e a quem manifesta sempre a sua presença.

É bom saber que os nossos caminhos de alguma forma se cruzam.

 

 

 



Deixar uma resposta